MAIS UMA PUBLICAÇÃO DO NÚCLEO INTERDISCIPLINAR KAIRÓS, AGORA NA REVISTA "TEXTO POÉTICO"

Está disponível para download, em link no final da postagem, mais um artigo publicado por pesquisadores do Núcleo Interdisciplinar Kairós - Estudos de Poética e Filosofia (NIK). Ele se intitula "A COSMOGONIA POÉTICA DE HILDA HILST", escrito pela professora ANDRÉA JAMILLY RODRIGUES LEITÃO, e publicado em coautoria com o professor ANTÔNIO MÁXIMO FERRAZ. O ensaio sobre Hilda Hilst está publicado no volume 20, edição 2016, da revista Texto Poético, editada pelo GT Teoria do Texto Poético da ANPOLL, a qual tem por título "Antologias, coletâneas e reuniões poéticas".






Abaixo, o link para a capa da revista Texto Poético, através da qual se pode acessar o sumário do volume 20 da publicação:



Aqui, o link para o artigo dos pesquisadores do NIK::

MAIS UMA PUBLICAÇÃO DO NÚCLEO INTERDISCIPLINAR KAIRÓS, AGORA NA "NONADA - LETRAS EM REVISTA"

Está disponível para download, em link no final da postagem, mais um artigo publicado por pesquisadores do Núcleo Interdisciplinar Kairós - Estudos de Poética e Filosofia (NIK). Ele se intitula "BENEDITO NUNES E JOÃO GUIMARÃES ROSA: FILOSOFIA E LITERATURA EM GRANDE SERTÃO: VEREDAS", escrito pela Mestranda Taís Salbé Carvalho e publicado em coautoria com o Prof. Antônio Máximo Ferraz. O ensaio está publicado no volume 1, número 26 (2016) da Nonada - Letras em Revista, com o tema "Imagens do comum na produção artístico-literária brasileira contemporânea".




Abaixo, o sumário do número do número 26 da Nonada - Letras em Revista:

http://seer.uniritter.edu.br/index.php/nonada

Aqui, o link para o artigo dos pesquisadores do NIK:

BENEDITO NUNES E JOÃO GUIMARÃES ROSA: FILOSOFIA E LITERATURA EM GRANDE SERTÃO: VEREDAS

O Professor Antônio Máximo Ferraz, coordenador do NÚCLEO INTERDISCIPLINAR KAIRÓS – ESTUDOS DE POÉTICA E FILOSOFIA (NIK/UFPA), informa que as reuniões semanais do grupo de pesquisa, que ocorrem todos os sábados, às 16 horas, no bloco G do prédio do Básico, campus Guamá da UFPA, já foram retomadas em 2016.

O Projeto de Pesquisa atualmente desenvolvido pelo NIK se intitula “Teoria da Literatura: a poética das obras e a crítica”, e tem por objetivo sondar filosoficamente o fenômeno artístico-literário e a atividade crítica. As obras que, no momento, estamos estudando são: A origem da obra de arte e Introdução à Metafísica, de Martin Heidegger, e Filosofia Grega – uma Introdução, de Emmanuel Carneiro Leão. Elas são apresentadas em seminários.

O grupo se acha disposto a pensar toda e qualquer obra artística de valor, não somente literária, no viés filosófico, e está aberto à comunidade acadêmica em geral, da UFPA e de outras universidades.
Para mais informações, favor consultar o blog do grupo: http://nik-ufpa.blogspot.com
Os interessados em participar devem entrar em contato pelo e-mail: nikufpa@gmail.com

II SIMPÓSIO DA REDE POÉTICA



Nos dias 10 e 11 de dezembro de 2014, na Faculdade de Letras da Universidade Federal do Pará, a Rede Poética - Grupo Interinstitucional de Pesquisas em Arte e Filosofia, de que faz parte o Núcleo Interdisciplinar Kairós (NIK), realizou o II Simpósio da Rede Poética, com o tema "Arte e Globalização: um convite ao pensar".

A Rede Poética é composta pelos seguintes núcleos, com seus respectivos coordenadores, todos presentes ao evento realizado na UPFA:


Núcleo Interdisciplinar Kairós – Estudos de Poética e Filosofia – NIK
(Prof. Dr. Antônio Máximo Ferraz, Pós-Graduação em Letras, UFPA)

Núcleo Interdisciplinar de Estudos de Poética – NIEP
(Prof. Dr. Manuel Antônio de Castro, Pós-Graduação em Letras, UFRJ)

NuNada – Núcleo Interdisciplinar de Filosofia, Poética e Corporeidade
(Prof. Dr. Igor Fagundes, Departamento de Arte Corporal da UFRJ)

Núcleo Interdisciplinar de Estudos da Linguagem -- NIEL
(Profª. Drª. Angela Guida, Pós-Graduação em Letras, UFMS)

LAE - Laboratório de Arte-Educação

(Profa. Dra. Maria Ignez de Souza Calfa, Departamento de Arte Corporal da UFRJ)



Abaixo, a apresentação do evento e a programação:

Apresentação


Estamos vivendo na época das mais profundas e rápidas transformações de toda a história da humanidade. Nada foge ao seu poder de mudança: ecossistemas, culturas, poder político, religiões, manifestações artísticas, inovações tecnológicas e científicas. Crê-se que tudo pode ser conhecido pelas pesquisas. O futuro é imprevisível, pois hoje, como sempre, é impossível um modelo teórico totalizador. Vive-se a desintegração dos valores e sistemas vigentes há séculos. Na globalização domina o império da verdade excludente da tecno-ciência, a qual se reduz à proposição verdadeira. Tomada esta como critério, a verdade manifestativa da arte se acha postergada, e muito do que se produz, hoje, no domínio artístico não passa de propostas de inovações formais. Numa tal globalização ainda há lugar para o humano? A Mãe Terra está esquecida, só se fala do planeta globo. Mas o que é a globalização? É o que propomos para ser questionado e pensado. Os sinais são fortes e evidentes: realidade virtual, homogeneização do espaço e compressão do tempo, inteligência artificial, primado da verdade tecno-matemática, fragmentação do conhecimento em disciplinas cada vez mais especializadas, o que leva à necessidade da interdisciplinaridade; impotência da crítica e ocaso das ideologias, predominância da cultura da imagem, informatização da memória, domínio da internet, a qual estabelece pontes entre diferentes mundos, ligando-os em rede, mas ameaçando-os com a eliminação de suas diferenças. Tudo isso leva a uma profunda crise ética da perda do sentido.
O que fazer? Propomos a instituição de uma Rede Poética como livre espaço de questionamento e integração dialética de passado, presente e futuro, recuperando a memória não como o que já se foi, mas como o que, sempre em vigor, está por vir: a Memória (Mnemosyne), não à toa, é a mãe das Musas, fonte de toda criatividade. Daí tomarmos como tema do II SIMPÓSIO a referência entre a globalização e as artes. O contemporâneo torna-se global e tudo é motivo de questionamento, possibilitando aos participantes grande diversidade de temas, dentro do horizonte de um exercício crítico de questionamento e pensamento poéticos. Temos de pensar todas as atuais transformações, rápidas e complexas, como uma das possibilidades do destinar-se do sentido do ser e de vigência da memória, que dão sentido e unidade à Rede Poética. Será para todos um contínuo convite ao pensar, o que nos leva a praticar um educar poético. O global se integrará ao universal poético, onde convivem o pensar das diferenças e a libertação para o sentido de ser, nada excluindo, mas a tudo e a todos integrando dialeticamente. É a Poética em Rede.
O II Simpósio da Rede Poética, que tem por tema, nesta edição, Arte e globalização: um convite ao pensar, pretende tematizar as diferentes manifestações artísticas num diálogo dialético de significados e sentido. Com sua programação, que compreende palestras, comunicações, uma mesa-redonda, performances artísticas e o lançamento dos livros Convite ao Pensar e O Educar Poético, a meta é abrir o horizonte do questionar e pensar, a partir do qual novas e criativas possibilidades poéticas do humano se instaurem.
A Rede Poética estabelece um diálogo com a sociedade da informação e do conhecimento surgida pela globalização da internet. Em tal sociedade em rede, todos os seres humanos se acham conectados uns aos outros por meios técnicos, que têm na linguagem comunicacional sua efetivação. Sem excluir, devemos nos perguntar se esse predomínio do técnico já realiza por si o humano de todo ser humano, em todas as culturas e lugares do globo. Há o perigo de reduzir o real a um registro meramente técnico, considerando a linguagem apenas em sua dimensão comunicativa, funcional. Será isso a linguagem em sua essência poética? Como isso afeta tanto o produzir obras de arte quanto a sua leitura? Então, no fundo da globalização, não estarão as questões essenciais da verdade e da linguagem? O que isso implica para a travessia poética de todo ser humano em sua existência?
 A verdade e a linguagem, em suas dimensões ontológicas, se revelam na obra de arte como a manifestação e vigência do silêncio e liberdade, evocados na denominação Rede Poética, cuja trama se sustenta não apenas nos fios e nós que se interconectam e comunicam, mas, antes de tudo, no nada criativo do vazio da rede, que a tudo dá unidade e identidade. É o que nos lembra João Guimarães Rosa, no prefácio “Aletria e hermenêutica”, de Tutameia, quando diz que uma rede é “uma porção de buracos, amarrados com barbante...”. O nada, o silêncio, o vazio, não como niilismo ou esgotamento, mas como a dimensão de onde jorram todas as realizações, é a fonte inesgotável das questões que estão na origem tanto da arte quanto do homem – ele que, em meio a todos os seres, é a realização artística ao modo da existência.


Programação:


MANHÃ:

8:00 – 9:00 Inscrições

9:00 – 9:15 Abertura do Simpósio

9:15 – 10:15 Palestra:

GLOBALIZAÇÃO: OLHAR, VER, PENSAR
Prof. Dr. Manuel Antônio de Castro (Professor Emérito, UFRJ)

10:15 – 10:45 Coffee break

10:45 – 11:45 Palestra:

MENSAGEM, DE FERNANDO PESSOA,
E A CIRCULARIDADE DA EXISTÊNCIA
Prof. Dr. Antônio Máximo Ferraz (UFPA)

12:00 Intervalo

TARDE:

14:00 – 16:00 Comunicações:

O HABITAR POÉTICO COMO POSSIBILIDADE: UMA LEITURA DE FRIEDRICH HÖLDERLIN, MAX MARTINS E EMILY DICKINSON
Me. Harley Dolzane (UFPA)

A SUPERAÇÃO DA TRADIÇÃO METAFÍSICA OCIDENTAL EM
O GUARDADOR DE REBANHOS”, DE ALBERTO CAEIRO
Amanda Ariana Silva da Silva (UFPA)

A QUESTÃO DA LIBERDADE EM OS IRMÃOS KARAMÁZOV,
DE FIÓDOR DOSTOIÉVSKI
Mauro Lopes Leal (UFPA)

A NATUREZA VIVA DOS AMANTES NA POÉTICA
DE GILKA MACHADO, HILDA HILST E OLGA SAVARY
Andrea Jamilly (UFPA)

O EDUCAR POÉTICO EM A PAIXÃO SEGUNDO G.H.,
DE CLARICE LISPECTOR
Ana Carla Costa Castilho (UFPA)

METAFÍSICA HISTORIOGRÁFICA NA LITERATURA BRASILEIRA:
O BARROCO REDESCOBERTO
Prof. Me. Thiago de Melo Barbosa (UFPA)

16:00 – 16:30 Coffee break

16:30 – 17:50 Mesa-Redonda:

DESAFIOS EM TEMPO DE GLOBALIZAÇÃO:
PERSPECTIVAS E POSSIBILIDADES DA REDE POÉTICA
(Participantes: Manuel Antônio de Castro, Antônio Máximo Ferraz, Igor Fagundes, Maria Ignez de Souza Calfa e Angela Guida)

17:50 – 18:00 Lançamento:

LANÇAMENTO DOS LIVROS CONVITE AO PENSAR E O EDUCAR POÉTICO

18:00 Encerramento do primeiro dia

11 DE DEZEMBRO DE 2014

MANHÃ:

9:00 – 9:15 Abertura

9:15 – 10:15 Palestra:

A POÉTICA DO OLHAR:
COMO FALAR DE COISAS QUE NÃO SE VEEM
Profª. Drª. Angela Guida (UFMS)

10:15 – 10:45 Coffee break

10:45 – 11:45 Palestra:

ROTAÇÕES E TRANSLAÇÕES DE UM MUNDO EM ARTE: IDENTIDADE, DIFERENÇA E OUTROS GIROS DA LINGUAGEM
Prof. Dr. Igor Fagundes (UFRJ)

12:00 – Intervalo

TARDE:

14:00 – 15:00 Palestra:

CORPO EM TEIA: UM CONVITE AO DANÇAR
Profª. Drª. Maria Ignez de Souza Calfa (UFRJ)

15:00 – 16:15 Comunicações:

A FEIRA POÉTICA
Neylla Carvalho da Silva (UFRJ)

EXISTÊNCIA E ARTE: QUANDO O EDUCAR É DANÇA
Fabiana Vieira Luz Nogueira (UFRJ)

ABANDONE
Julius Mack (UFRJ)

16:15 – 16:30 Coffee break

16:30 – 17:45 Performances, seguidas de relato dos artistas sobre o processo de criação:

ENSAIO CARTOGRÁFICO 4
Neylla Carvalho da Silva (UFRJ)

AMAR
Cristian Estevam, Fabiana Nogueira, Julius Mack,
Marlúcia Ferreira e Rosana Oliveira (todos da UFRJ)
(Realização: NuNada – Núcleo Interdisciplinar de Filosofia, Poética e Corporeidade)

17:45 – 18:00 Encerramento do evento

MAIS UMA PUBLICAÇÃO DO NÚCLEO INTERDISCIPLINAR KAIRÓS, AGORA NA "EUTOMIA: REVISTA DE LITERATURA E LINGUÍSTICA", EM DOSSIÊ SOBRE OSMAN LINS

Já está disponível para download, em link no final da postagem, mais um artigo publicado por pesquisadores do Núcleo Interdisciplinar Kairós - Estudos de Poética e Filosofia (NIK). Ele se intitula AVALOVARA: TEMPO, SER E LINGUAGEM EM "O RELÓGIO DE JULIUS HECKETHORN", escrito pelo Prof. Harley Farias Dolzane e publicado em coautoria com o Prof. Antônio Máximo Ferraz. O ensaio está publicado no número 13 da EUTOMIA: Revista de Literatura e Linguística, em Dossiê sobre a obra de Osman Lins organizado pelas Profas. Sandra Nitrini, Eulália Leurquin, Sueli Cavendish e Fatiha Dechicha Parahyba. Dele participam 24 pesquisadores da obra do autor pernambucano, com seus respectivos artigos.

Capa da revista


Abaixo, o sumário do número 13 da EUTOMIA, com o Dossiê sobre Osman Lins:

http://www.repositorios.ufpe.br/revistas/index.php/EUTOMIA/issue/view/28/showToc

Aqui, o link para o resumo do artigo dos pesquisadores do NIK. Na página, pode ser feito download do ensaio em sua integralidade:

http://www.repositorios.ufpe.br/revistas/index.php/EUTOMIA/article/view/633

LANÇAMENTO DOS LIVROS CONVITE AO PENSAR E O EDUCAR POÉTICO

Acabam de ser publicados pela Editora Tempo Brasileiro dois livros coorganizados pelo professor Antônio Máximo Ferraz (UFPA), coordenador do Núcleo Interdisciplinar Kairós - Estudos de Poética e Filosofia (NIK). São eles o Convite ao pensar e O Educar Poético. O primeiro foi coorganizado juntamente com os professores Manuel Antônio de Castro (UFRJ), Igor Fagundes (UFRJ) e Renata Tavares (UNESPAR). O segundo, coorganizado com os professores Manuel Antônio de Castro (UFRJ) e Igor Fagundes (UFRJ).

O Convite ao pensar é composto de 121 ensaios realizados por 16 autores a partir de palavras-questões. Tais palavras foram escolhidas por serem questões que, como tais, não se encerram jamais em conceitos, desafiando constantemente o pensamento. Na obra se fazem presentes, com seus escritos, dois integrantes do NIK: Antônio Máximo Ferraz e Harley Dolzane.

A obra O Educar Poético traz 15 ensaios que procuram resgatar a aprendizagem não como repetição de conceitos prontos e acabados, mas como caminho para a plena realização poética da existência, em diálogo com as questões da arte e do pensamento. Quatro integrantes do NIK publicam nesta obra: Antônio Máximo Ferraz, Thiago de Melo, Harley Dolzane e Andrea Jamilly.

O lançamento dos livros ocorrerá, inicialmente, na cidade do Rio de Janeiro, no dia 10 de outubro de 2014, a partir das 18 horas, na Livraria da Travessa, situada na rua Voluntários da Pátria, número 97, em Botafogo. O convite está abaixo:











Defesa de Dissertação de dois integrantes do NIK

Acontecem nos próximos dias 17 e 18 de março as defesas de duas dissertações de mestrado elaboradas pelos pesquisadores Harley Farias Dolzane e Thiago de Melo Barbosa.
Participarão da banca de ambos, além o professor Antonio Máximo Ferraz, os professores Manuel Antonio de Castro e Lilia Silvestre Chaves.
Todos estão convidados!
 _________________________________________________________________________________
Título:
A VOZ DO SILÊNCIO EM MAX MARTINS

Aluno: Thiago de Melo Barbosa
Orientador: Antônio Máximo Ferraz
Banca: Prof.ª Dr.ª Lilia Silvestre Chaves (UFPA) e Prof. Dr. Manuel Antonio de Castro (UFRJ)
Dia: 17/03/2014 - Segunda-feira
Hora: 09h30
Local: PPGL - Sala 01

_________________________________________________________________________________
Título:
O VOO DA CRIAÇÃO LITERÁRIA: PROCURA VERDADE E SER/SER VERDADE E PROCURA EM AVALOVARA DE OSMAN LINS

Aluno: Harley Farias Dolzane
Orientador: Antônio Máximo Ferraz
Banca: Prof.ª Dr.ª Lilia Silvestre Chaves (UFPA) e Prof. Dr. Manuel Antonio de Castro (UFRJ)
Dia: 18/03/2014 - Terça-feira
Hora: 11h
Local: ILC/FALEM - Sala 07